23 de junho de 2007

Silêncio


Oito dias, uma semana, já passaram em que se soube que, o autor do blogue Do Portugal Profundo, António Balbino Caldeira, tinha sido constituído arguido por se ter "metido" com o Primeiro-Ministro e o seu turbulento percurso académico, pelo menos em termos administrativos, nos escritos que foi produzindo no seu blogue há dois anos a esta parte. Primeiro levantando a "lebre" e depois não a deixando fugir.


Na RTP, televisão pública, nem uma palavra, até agora, sobre o assunto.


2 comentários:

José de Portugal disse...

Ouve, ó Deus, a voz do meu lamento! Protege a minha vida do terrível inimigo,
esconde-me da conspiração dos maus e do motim dos malfeitores.
...
Eles fortalecem-se com o seu projecto maligno, pensam como esconder armadilhas, pensando:"Quem vai descobrir?"
Inventam crimes e ocultam os seus intentos, porque a sua mente e o seu coração não têm fundo.
Deus, porém, atira flechas contra eles e ficam feridos de surpresa;
a sua própria língua os leva à ruína e quem os vê balança a cabeça.
(Salmo 64)

Isto acontece para que todos, mas mesmo todos, vejam que alguns orgãos de comunicação social já estão completamente dominados e amordaçados. Só falta calar os blogers e pouco mais...

Paulo Carvalho disse...

Podem calar todos os órgãos de comunicacão social, mas os blogues vai ser muito mais difícil. Sabendo isso, estão a utilizar a intimidação, para mostar o que espera aos outros bloggers. No passaran.