20 de maio de 2007

Liberdade: que liberdade? (II)


A senhora da fotografia é a Directora Regional de Educação do Norte, e dá pelo nome de Margarida Moreira. A criatura, segundo notícia veiculada pelo jornal Público de ontem, permitiu-se, no exercício de funções públicas, executar um acto de censura, levantando um processo disciplinar a um professor, destacado na mesma direcção regional, por este ter dito uma anedota acerca da licenciatura do primeiro-ministro, o que feriu a sensibilidade da senhora directora.

A senhora, enquanto cidadã, se tem uma sensibilidade que choca com a liberdade de expressão não deve exercer funções públicas, pode por exemplo passar a exercer funções num convento.

3 comentários:

FMS disse...

Na minha livre opinião, é uma verdadeira cabra. Ela que me despeça.

educadora de infância disse...

E esta mulher,é uma cabra que já se esqueceu do tempo em que bociferava contra os anteriores ministros,quando era educadora de infância e militante do partido comunista e ainda,activista do SPN.
Será que agora é tb SALAZARISTA»?

Anónimo disse...

Esse coirão já tem muita prática em saneamento, é uma engenheira em saneamento político.
Assim se chega a directora regional de educação.
Cultura é que népias, só tem olhos é para se fazer aos colegas e se lhe dão tampa é um caso sério, chamados logo de maricas!
Também quem coloca uma figura destas à frente de uma direcção Regional de Educação! O norte, mesmo com um governo socialista merecia mais.