23 de agosto de 2007

A importância de se chamar Sócrates

O jornal Público dá à estampa o imbróglio, relacionado com a licenciatura de José Sócrates, no dia 22 de Março passado, numa peça jornalística intitulada: “Há falhas no dossier da licenciatura de José Sócrates na Universidade Independente" . Passados 14 dias, a 4 de Abril, a pública RTP dá pela primeira voz ao caso divulgado pelo Público (1) .

O jornal Público deu à estampa o plágio, praticado por Luís Filipe Menezes em artigos do seu blogue, ontem, dia 22 de Agosto, numa peça jornalística intitulada: "Menezes: plágio de textos da Wikipédia é 'um lapso'". Passadas poucas horas, a pública RTP dá pela primeira vez voz ao caso divulgado pelo Público.

 

(1) Deliberação 1/IND/2007 do Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), sobre "A independência dos órgãos de comunicação social à luz do artigo «Impulso irresistível de controlar», da autoria de Nuno Saraiva, publicado no jornal Expresso, de 31 de Março de 2007" (Lisboa, 14 de Agosto de 2007)

2 comentários:

António Balbino Caldeira disse...

Claro!

Por causa do processo, e daqui a uns tempos se perceberá porquê, não posso especificamente comentar esta deliberação da ERC. Mas posso notar a diferença entre os 14 dias da RTP com Sócrates e o dia seguinte de Menezes...

j. gonçalves disse...

Se dúvidas houvesse - basta ler o seu post. Para determinados ( muitos, para o meu gosto )videirinhos, é o exemplo, bem sintetizado!!!