31 de março de 2009

Obrigado, Senhor Gulbenkian

Sempre, e mais uma vez a Gulbenkian.

Sem comentários: