23 de outubro de 2007

Mentes formatadas

James Watson, Prémio Nobel da Medicina em 1962, pela descoberta da estrutura do ADN, afirmou numa entrevista que os brancos eram mais inteligentes que os negros, e que a justificação para tal residia na genética.
Imediatamente, instituições "brancas" e "brancos" racistas, mas que vestem a capa do politicamente correcto, vieram logo a terreiro crucificar o cientista, acusando-o de racista e de as suas afirmações não se coadunarem com aquilo que um cientista, e logo laureado com o Prémio Nobel, deve dizer, e "pensar", publicamente. Já não há direito à estupidez, se for caso disso.
Alguém acredita que se, por ventura, James Watson tivesse afirmado que os negros eram mais inteligentes que os brancos, alguma voz "branca" ou "negra" condenaria publicamente o cientista?
A reacção, essa sim, profundamente racista, porque paternalista com os negros, só demonstra que há brancos que embora se achem "superiormente inteligentes" na sua mais íntima consciência, agem com "aqueles" que eles acham "inferiormente inteligentes" da mesma forma que um pai age com um filho: "passando a mão pela testa".
Hoje, século XXI, "passar a mão pela testa" é sinónimo de "solidariedade", de "igualdade", de "compreensão", de "entreajuda", "etc.", "etc.". De racismo, não? Não, não. Nunca. Jamais.

6 comentários:

O Viriato disse...

O J Watson foi perseguido por dizer a uma "verdade" científica, politicamente inconveniente.

Poder-se-á dizer o mesmo do Regime Anterior ao 25/4 foi perseguido por manter uma Verdade Inconveniente: a descolonização foi um monstruoso e megalómano processo racista.

Saudação Poviléu

Anónimo disse...

SILÊNCIO CULPADO disse...
Perante uma grande sacanice que está a ser feita sobre alguns professores que não recebem vencimento,têm horários d e12 horas ou estão a recibos verdes sugere-se que todos os blogues publiquem a notícia que está no http://cegueiralusa.blogspot.com

space_aye disse...

http://museudamente.blogspot.com/

Curiosa disse...

Petição pela Revisão dos Códigos Penal e do Processo Penal
Objecto da Petição:
Reabertura da discussão parlamentar, em sede de plenário, sobre algumas normas jurídico-penais, que se encontram vertidas no Código Penal e no Código Processual Penal, em defesa da Constituição, da lei e do interesse geral.

http://www.juizespelacidadania.eu/peticao.htm

Curiosa disse...

Desvio-me do tema do post, mas gostaria informar sobre a

PETIÇÃO EM PROL DAS CRIANÇAS VÍTIMAS DE CRIMES SEXUAIS

Para estabelecimento de medidas sociais, administrativas, legais e judiciais, que realizem o dever de protecção do Estado em relação às crianças confiadas à guarda de instituições, assim como as que assegurem o respeito pelas necessidades especiais da criança vítima de crimes sexuais, testemunha em processo penal.

ASSINE e DIVULGE

COPIE O TEXTO DA PETIÇÃO E PUBLIQUE NO SEU BLOGUE – ao divulgar já está a ajudar.

http://www.petitiononline.com/criancas/petition.html

Anónimo disse...

Isto aqui está a ficar como a rua,
é só pedinchisse.