13 de setembro de 2007

Obrigado Scolari

Os portugueses são muito sui generis. Luiz Felipe Scolari, treinador da selecção nacional, foi até ao momento, de longe, o melhor treinador que a equipa das quinas alguma vez teve. Os sucessos falam por si. Hoje a equipa portuguesa é temida por todos, graças a ele.

Basta um momento menos bom, que todos nós cometemos, mas que a força da televisão potencia a níveis desgraçadamente escandalosos, para que os bem pensantes venham exigir a demissão do homem.

Na verdade somos - seremos sempre - pobres e mal agradecidos. Gostaria de saber se aqueles que hoje "ladraram" na comunicação social a pedir a cabeça de Scolari, quando se vêm a si próprios, ou familiares seus, envolvidos em cenas de pugilato ou pior: cometendo crimes, tratam logo de se auto expulsarem, ou de mostrar a porta, da casa de família.

Na verdade não há pachorra para tantas públicas virtudes e piores vícios privados.

Scolari já reconheceu que errou, que perdeu a cabeça, o que mostra que ele é um homem normal, como a grande maioria dos restantes homens.

Eu jamais lhe lançaria alguma pedra. Detesto, abomino, pessoas que à primeira dificuldade de alguém, esquecem o prato onde comeram.

Aconteça o que acontecer no futuro ao homem, direi sempre: "Obrigado Scolari".

6 comentários:

O Viriato disse...

Aconteça o que acontecer no futuro ao homem, direi sempre: "Obrigado Scolari".

Porém isto não me inibe de dizer o que penso sobre o incidente.

Para mim é grave e por vários motivos:
1. Dois minutos de falta de fair play que nos envergonha, a bola foi enviada para fora do terreno afim de prestar assistência a um jogador sérvio.
Na reposição da bola Portugal não devolveu (falta de fair play) a bola à equipa sérvia que em jeito de crítica começaram a levantar os braços e aplaudir ironizando o gesto de Portugal.
2. Mal o jogo acaba é possível que o Joga Servio tenho mostrado ao banco de Portugal a falta de fair play.
3. Mr. SOCOLARI devia, com calam (embora nervoso) não ligar ao atleta sérvio e ir - como manda a boa regra - cumprimentar o treinador adversário.
4. De seguida deveria ir para o campo onde estavam os jogadores e assim solidarizar-se com as suas dores.
5. Não feznada disso.
6. Dá um soco (ou tentatvia que é o mesmo) num jogador.
7. Ap+resenta una justificação esfarrapada
8. E, mais grave de de tudo NÃO FOI LESTO A PEDIR DESCULPAS. Isto devia ter sido ontem mesmo na confer~encia de imprensa.

Esta é a minha opinião, independentemente de reconhecer GRANDE MÉRITO no Seleccionador Scolari.

O mérito não branqueia, a desculpa atenua...

JPG disse...

Pois, devo ser uma dessas pessoas "bem pensantes" a que se refere...
De acordo com tudo o que diz (menos essa que está entre aspas), a gratidão, e tal, mas não nos esqueçamos do essencial: o homem errou, não errou?
Prejudicou, e de forma grave, a imagem do país - que não precisava de mais essa machadada. Ou não prejudicou?
Enfim, não vale a pena listar agora todos os argumentos daqueles que são de opinião contrária à sua.
O facto é que - até por uma questão de dignidade, característica reconhecida a LFS - o homem teria a obrigação de se demitir. Essa demissão ser aceite ou não, bem, isso já seria outra questão.
Assim, agarrar-se a mentiras para se... agarrar ao cargo, isso é que não me parece bem.
:-)

Oscar disse...

No que me toca a gratidão, é nenhuma: não devo nada a ninguém, excepto os meus pais e amigos, e o que devo não tem valor monetário.
O Sr.Scolari fez o combinado no contrato, ou seja, ir o mais longe possivel, será que fez algum desconto, pelo menos nos prémios ?
Por este andar, vou ter de expressar gratidão por uma data de gente que vive á custa dos meus impostos.

Oscar disse...

Quando diz que não agrediu, é mentira, quando diz que foi para proteger Quaresma é mentira.
Esse Sr.mentiu-me a mim, pela televisão, e, se, certamente em sonhos, eu mandasse na forma como os impostos que pago são gastos, com certeza que não seria em gente desta qualidade.
Não concordo com o raciocínio habitual: deu-nos 2 titulos, isso é uma atenuante.

Oscar disse...

Ao pedir desculpas, mas logo dizer que estava certo, não reconheceu nada que errou!
Mostrou foi que anda á caça de atenuantes para a UEFA, ou que a federaçao o obrigou a isso.
Se estava certo, para quê as desculpas? Afinal só é forte com a fraca gente.

O Anacoreta disse...

Hum... e não repararam também no segundo enterro do Aquilino Ribeiro? O homem escreveu 69 livros de boa literatura portuguesa e foi um combatente da liberdade.
E quem o transportou para o Panteão Nacional e abrilhantou toda a cerimónia foi a GNR?! A GNR... essa mesma que o Aquilino detestava!!! Mas, esta gente não tem mesmo juizo?!...
Já agora só faltava lá a PIDE!... Bem... e se calhar até estava... já não duvido...