14 de setembro de 2007

O valor da vida

Bastou um murro de Scolari para o caso McCann passar para segundo plano na comunicação social.
O episódio revela, se dúvidas houvessem, que o mundo do futebol tem mais peso na sociedade mediatizada que a perda de vidas humanas.
O caso que esta semana ocorreu em Viseu: uma mãe que mata os seus dois filhos e em seguida se suicida, deveria, numa sociedade portadora de valores morais e humanos, estar a ser debatido e analisado por todos nós. Não este caso concreto, mas o que pode levar uma pessoa a cometer um acto destes. Porque quando um ser humano está em sofrimento e lança avisos, que não são mais do que pedidos de ajuda, nós preferimos ignorar e olhar para o lado.
Para o fútil, o efémero.
Para o murro de Scolari, por exemplo.

5 comentários:

O Viriato disse...

Eis como uma reflexão parca em palavras pode ser profundamente importante.

Sinal dos tempos, o futebol marca a agenda da nossa sociedade, infelizmente.

E eu que até gosto de futebol fico enjoado e embriagado de nausea de tanta futeboleirice. Até cansa o aproveitamento que se faz dum actividade popular.

Participo num sítio "futebolar" onde tento intervir para apaziguar a dialéctica de insulto que o futebol trouxe para a semântica comunicacional.

Mas o Poviléu sintetiza o problema: como pode um gesto rafeiro (soco) ter mais importância social que a Vida Humana?

Onde estão os valores?
Onde para a superintendência?
Onde está a cidadania?
Quem e como administra este "nevoeiro" mediático e para que fins?

aqui fica o meu desabafo ao qual adito uma Saudação especial para o Poviléu e todos os que como ele recusam estar distraídos

j. gonçalves disse...

Subscrevo inteiramente!!!
Este País, dá mais interesse à bola, que a assuntos sérios, daí que estejamos na cauda de europa - em tudo!!!

Anónimo disse...

Meus Senhores, qual é o espanto? O murro, que não foi murro, mas apenas uma tentativa… uma resposta a insultos e a uma agressão, envergonhou profundamente Portugal! Os portugueses não merecem isto.
Ser a ovelha ranhosa da Europa, não cumprir o défice, ter o maior aumento do desemprego, ter a maior desigualdade social, ombrear com os mais corruptos, ter um PM que não consegue explicar como se intitula de Engenheiro,… Bem isso é uma coisa! Outra coisa é o seleccionador de futebol tentar dar um murro em alguém… Isso sim, isso é uma vergonha para o País!

JOY disse...

É incrivel com 30 anos depois continuam a entreter o povo com futebol revistinhas cor de rosa mais incrivel como opovo vai atrás disso , Acordai ó Povo.....

JOY

O Viriato disse...

Uma coisa não invalida a outra.
Discordo do murro e concordo com o anónimo e até concordo com o murro desde qye tivesse sidado dado ao Sócrates...

saudação